Contador Grátis Erik Têndoro Blog: Outubro 2009

28 de outubro de 2009

Homilética


Homilética? O que é isso?

É impossível não associar o nome homilética com omelete , quando ouvimos homilética, pela primeira vez (risos), porém assim como a escrita é diferente, o significado também.

Como no post anterior tratamos a cerca de falar em publico, agora eu quero especificar o falar em publico na igreja. Ou seja, dicas para quem quer pregar ou simplesmente dirigir o culto de uma maneira mais... Podemos dizer... Condizente e ética, ou seja, sem absurdos rotineiros.

Sei que boa parte dos púlpitos são ocupados por pessoas simples e de pouco estudo, mas temos que conscientizá-las que estamos a serviço do rei e sempre é importante fazer-mos o melhor para Deus. As dicas que a Homilética trás pode ajudar todos nós a desempenharmos melhor o nosso papel de mensageiros da palavra da salvação.

Homilética é a Arte de pregar, traz pontos relevantes de como se portar a frente da igreja e como preparar-mos um sermão, contendo um começo, meio, fim e principalmente com objetivo, foco, tratando de um tema especifico.

Eu particularmente aprendi a apreciar todos os tipos de mensagens, aquelas agitadas e barulhentas, aquelas calmas, as que contam com a participação da igreja e até aquelas que começam a todo vapor e depois vai diminuindo a empolgação até terminar mansinha e chamada mensagem funil, começou contagiante e terminou fininha, é melhor do que a mensagem espada que é fina e comprida e da à impressão que nunca vai acabar.

Em todo tipos de mensagens Deus fala e podemos aprender muito, porém o que me entristece é quando o tempo (que já é escasso da pregação) é tomado por fatos do cotidiano do orador, alguns começam a mensagem falando tudo que aconteceu em seu dia, entram em detalhes de que ônibus tomou, do que conversou durante o trajeto e até o que comeu no jantar, me desculpem mais isso não é pregação e sim um bate papo.

Abaixo segue um vídeo de um rapaz que não esta em uma igreja e nem deve ter conhecido a Cristo ainda, porém existem várias pessoas que ao tomar o santo altar, comete os mesmos erros desse do vídeo, acompanhe:



Certo, nem todas as dicas apresentadas no vídeo se aplicam a igreja, mas certamente você já participou de cultos em que a pessoa saiu completamente do contexto, e matou o tempo falando de si mesma, e não da palavra de Deus, no dito popular isso se chama encher lingüiça.

Para não ser um “enchedor de lingüiça” estude, treine, ore, busque a Deus, estou certo, ele vai te abençoar. Para você que esta disposto a fazer o melhor para Deus, segue uma aula de homilética, ministrada pelo Pr. Simião Campos.

Boa aula!

Forte abraço
Fique com Deus
Erik Tendoro
eriktendoro@hotmail.com
eriktendoro.blogspot.com



Parte 1






Parte 2







Parte 3



Related Posts with Thumbnails

20 de outubro de 2009

P A Z !





Você é a favor da paz?



As crianças brincam pela sala, a brincadeira gera gritos e risadas exageradas, a mãe abre a porta e grita: Preciso de Paz!

Precisar de paz não é uma condição exclusiva de uma mãe em momento de stress, pois eu, você e todo mundo precisa de paz, a sociedade precisa de paz, nossa cabeça precisa de paz, nossa alma precisa de paz, as nações precisam de paz. Você é a favor da paz? Ora claro, que pergunta, claro que sim! Todos me diriam. As grandes nações são a favor da paz, o Brasil é a favor da paz, os empresários são a favor da paz, os trabalhadores são a favor da paz, cada homem, cada mulher é a favor da paz. Se todos lutam por ela, qual a razão dela estar cada fez mais sumida?

Todos são a favor da paz, mas não contribuem para ela, somos a favor da paz, mas cultivamos guerras todos os dias. Seja sincero, no transito você, faz paz ou guerra? No tratar com o menos favorecido? Quanto à cultura alheia? Quanto ao time oposto ao seu? Quanto ao seu vizinho?

A paz só existe quando os lados cedem, quando um lado respeita e aceita os ideais do outro lado. Fica aqui a dica para haver paz, alguém tem que começar cedendo, que tal o seu lado começar a fazer essa tarefa.

Lucas 10.5-6 diz: Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz seja com esta casa. E se ali houver um filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz; e se não, voltará para vós.

Seja um espalhador de paz, quem mais vai receber paz é você mesmo. E quanto você procurar paz e não encontrar, existe uma fonte de paz inesgotável, o principe da paz mesmo declarou: João 4.27 “...a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá” Paz para sua alma só Jesus pode dar.

Como no mês de outubro eu e a professora Miriam no colégio objetivo de Nova Odessa trabalhamos com o tema paz, quero compartilhar com todos vocês o vídeo que foi exibido no dia 20, com uma bonita mensagem de paz.

Abraço
Deus abençoe sua vida
Erik Rafael Tendoro
eriktendoro@hotmail.com
http://eriktendoro.blogspot.com/






Related Posts with Thumbnails

1 de outubro de 2009

Fala você!




Fala você!




A expressão acima é muito comum, quando há a necessidade de se falar em público, a verdade é que ninguém gosta de desenvolver essa tarefa, pois o que fala em publico se expõem, todos tem medo de serem ridicularizados.



É notória essa barreira na vida de todos, mas ela precisa ser vencida, desde os tempos de escola, poucos alunos gostam de apresentar um seminário, mas acaba sendo inevitável o dia dessa apresentação, seja na faculdade, na formatura, na empresa, em uma palestra, a qualquer momento a batata quente pode estar em sua mão.




Como vencer o medo?



Meu conselho é: Praticando!



Quanto mais se fala em publico mais facilidade você tem para vencer o medo, mas acredite, ele nunca vai sumir, mas pode perfeitamente ser dominado.



Outras dicas são:




  • Domine o assunto a ser falado

  • Procure saber o perfil dos ouvintes

  • Não seja por de mais demorado.

  • Evite gírias, ou palavras chulas.

  • Seja cordial e educado.

  • Roupas e cabelos adequados e bem penteados ajudam muito, porém sem exageros.

  • Fale com alegria, entusiasmo, passe emoção.

  • E MUITA CALMA, domine as mãos e pernas e não deixe perceberem o seu nervosismo, isso tira o foco da sua palestra, os ouvintes vão passar a prestar atenção em você e não nas suas palavras.


Os primeiros 10 minutos são os mais críticos, por isso treine bem a introdução do assunto a ser falado, ao decorrer dos minutos automaticamente você vai se soltando.


Acerte o tom de vós com o tempo de fala, para não terminar em um tom mais baixo, e se o tom de voz mudar deve ser sempre para um tom maior, isso acontece quando nos envolvemos na mensagem transmitida. Mas cuidado para não ferir os ouvidos do publico, isso também dispersará a audiência.




Assista algumas dicas em vídeos disponíveis no youtube:



Forte abraço


Deus abençoe



Erik Tendoro


eriktendoro@hotmail.com



Video 1



Video 2



Video 3

Related Posts with Thumbnails

Pesquisar no blog